Estudantes de Medicina do Centro Universitário Funorte poderão novamente realizar estágios no Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu). O convênio entre as duas instituições foi retomado nesta terça-feira, depois de um ano de suspensão em função da pandemia de Covid-19. São cerca de 300 vagas por ano e o estudante deve estar cursando os últimos períodos do curso.

A parceria entre o centro universitário e o Consórcio Intermunicipal de Saúde da Rede de Urgência do Norte de Minas (Cisrun) existe desde 2011, permitindo que acadêmicos do curso de Medicina participem, na prática, de um estágio em tutorias do Suporte Básico e Avançado de Vida, concedido pelo Núcleo de Educação Permanente do Samu.

A retomada do estágio, por meio de assinatura de termo aditivo nesta terça-feira, vai permitir o aprendizado de todos os métodos aplicados nas emergências traumáticas e clínicas, uso do desfibrilador, avaliação do paciente, técnicas de imobilização e transporte, contenção de hemorragias e diversos outros procedimentos.
 
PRÁTICA
Na ambulância, o acadêmico passa a integrar a equipe do Samu sempre com a orientação de um médico responsável, participando de todo o resgate, primeiros socorros, reanimação do paciente, caso seja necessário, e também o transporte até o hospital indicado pela regulamentação médica, tripulando as ambulâncias e aprendendo a lidar com o dia a dia e adversidades do serviço móvel de urgência e emergência.

“Para nós, é uma honra o Samu fazer essa parceria com o Centro Universitário Funorte, que é uma grande instituição que forma grandes profissionais. Nos orgulhamos dessa troca de experiência da urgência e emergência com o conhecimento da instituição. Durante a pandemia, aumentaram as ocorrências em torno de 200% e a somatória com os acadêmicos de medicina vai ajudar muito, além de somar com nosso ciclo de trabalho. Com certeza, vamos ter ganhos incríveis no atendimento”, explica o presidente do Cisrun, Marcelo Meireles de Mendonça.
 
FRUTOS
Para a reitora do Centro Universitário Funorte, Raquel Muniz, o momento foi importante para reafirmar a parceria com o Samu. “A expectativa é muito grande e já tivemos frutos dessa parceria. Vários de nossos alunos hoje fazem parte dessa equipe que nos enche de muito orgulho. Se estamos enfrentando bem essa pandemia, temos que agradecer muito à equipe do Samu, que recebe, muitas vezes, o primeiro chamado de alguém que precisa. Estaremos sempre de portas abertas”, afirma a Raquel Muniz.

Participaram da solenidade de retomada do convênio o presidente do Cisrun, Marcelo Meireles de Mendonça, advogado e prefeito de São Romão; a reitora do Centro Universitário Funorte, Raquel Muniz; Marcos Barros, coordenador do curso de Medicina do Centro Universitário Funorte; o professor Ruy Muniz, fundador do Centro Universitário Funorte; e a pró-reitora Administrativa e Financeira do Centro Universitário Funorte, Sabrina Gonçalves, e convidados.