Dois novos gestores da Secretaria de Estado de Cultura e Turismo (Secult) foram empossados nesta quarta-feira (19). Felipe Cardoso Vale Pires, nomeado para a presidência do Instituto Estadual do Patrimônio Histórico e Artístico de Minas Gerais (Iepha-MG), e Jefferson da Fonseca, presidente da Fundação de Arte de Ouro Preto (Faop), assumiram os cargos em cerimônia realizada no Circuito Liberdade, em Belo Horizonte.

Os novos presidentes se integram à pasta com o desafio de promover as culturas tradicionais e o patrimônio mineiro, bem como a descentralização das atividades formativas e artísticas. Para o titular da Secult, Leônidas Oliveira, a chegada de Felipe Pires e Jefferson da Fonseca simboliza um novo momento na trajetória do Iepha-MG e da Faop, importantes instituições que trabalham, principalmente, a difusão das artes e o fomento das culturas tradicionais no Estado.

“Tanto a Faop quanto o Iepha precisam intensificar, cada vez mais, as ações de descentralização e formação em Minas Gerais. Ambas as instituições também vão ampliar o diálogo com o turismo por meio de uma transversalidade cada vez mais ativa. Temos desafios, mas a certeza é de que o trabalho será pautado, sempre, na descentralização de atividades, na proteção e promoção de nossa identidade mineira e na exaltação das nossas artes. De Minas para Minas”, destacou Leônidas Oliveira.