Cantar o amor. Esse é o plano da cantora e compositora Laura Catarina para esta noite. Convidada a participar do projeto “Música Itinerante”, no Cine Theatro Brasil, a jovem, de 21 anos, fará um tributo a seu pai, Vander Lee, falecido no dia 5 de agosto, aos 50 anos. 

O repertório do show, intitulado de “Amor de Pai”, é composto por canções tanto de Laura quanto de Vandeco, como ele gostava de ser chamado. Entre as selecionadas está a que deu título ao show. Feita após a morte prematura de Vander Lee, “Amor de Pai” é uma composição de sua filha, apresentada pela primeira vez na missa de sétimo dia do artista, em 11 de agosto. “Amor de pai/ Me faz cantar/ Me faz sentir/ O meu lugar/ A sua voz/ Cantando em mim/nós/ Mas de um jeito novo”, diz um trecho da letra.

Outra que entrou para o set list foi “Te Quero Bem”. “Comecei a compor essa música no Dia dos Pais, que, neste ano, passei sozinha. É como se meu pai estivesse conversando comigo, como se ele falasse que o amor faz a gente compreender a vida e que a morte é como um renascimento”, afirma. “Amanheci”, de Laura, e “Não Tem Pressa”, de Vander Lee, também estão no roteiro.

Todas, diz Laura, foram escolhidas com o intuito de expressar o amor pela arte e pela vida, que era uma das marcas do romântico Vander Lee. “A intenção é trazer as pessoas para mais próximo desse amor deixado por ele para a gente em forma de música”, diz Laura, que será acompanhada pelos músicos Davi Fonseca e Enéias Xavier. 

“Meu pai me ensinou a persistir nos sonhos. Ele também ajudava muitos os outros, era muito generoso, tinha o coração aberto. Acho que tenho levado essas coisas para mim”, Laura Catarina, cantora e compositora

Um alento
A homenagem é também uma oportunidade de Laura agradecer o legado deixado por seu pai. “É uma honra poder oferecer a ele aquilo que me faz vibrar, que é o meu trabalho”.

E uma forma de a cantora expor parte do que vem sentindo. “A música é o modo como consigo me expressar no mundo. Se num momento desse, a gente não põe para fora, aquilo vira um veneno no coração. A música é meu alento”.

Trajetória

Laura Catarina é mineira de BH. Ainda aos 10 anos de idade ela se enveredou para as artes ao atuar em espetáculos infantis e participar de um corinho. De 2013 a 2015, a jovem integrou a banda Dom Pepo e, desde 2014, estuda no Centro de Formação Artística e Tecnológica (Cefart), da Fundação Clóvis Salgado. Já gravou com artistas como Luiz Gabriel Lopes, Hot Apocalypse, Kdu dos Anjos, e com o próprio Vander Lee, em dois discos dele. Inclusive, ela é uma das convidadas do DVD gravado pelo pai em junho, no Rio de Janeiro, para celebrar seus 20 anos de carreira. O lançamento deve acontecer até o fim do ano, com a ajuda de uma campanha de arrecadação na internet.

No ano que vem, Laura planeja gravar o primeiro álbum solo, “Amor em Si”, com canções compostas por ela nos últimos cinco anos. “Neste disco, escolhi artistas que admiro da minha geração: Flávio Machado de Oliveira, Guilherme Borges e o André de Freitas, que teve a banda Dom Pepo comigo”, adianta ela, que diz ter a MPB como estilo musical.

Serviço:

Laura Catarina apresenta show “Amor de Pai” em homenagem a Vander Lee, nesta sexta-feira (9), às 21h, no Teatro de Câmara do Cine Theatro Brasil (av. Amazonas, 315). Ingressos: R$30 e R$ 15 (meia).