“Susie e os Robertos” é o nome de um encontro de amigos. São eles: os cantores Suzana e Bob Tostes e o compositor e violonista Roberto Menescal. Por acaso, eles vão mostrar este encontro em um palco, daí, a conotação de “show”. Caso o interessado queira entrar na reunião, basta ir nesta terça-feira (28) à noite n’A Autêntica. Nas prosas e canções, muita música brasileira, em particular, a bossa nova.

“Fazemos este encontro desde 1988. É um show informal”, define Tostes. O trio se conheceu no movimento Musicanossa, entre os anos 1960 e 1970, em que vários músicos brasileiros se encontravam para tocar bossa nova.

“O laço tem se mantido desde então numa série de shows eventuais, para matar as saudades, e fortalecer a amizade que já dura décadas”, afirma Tostes. “Susie e os Robertos” é o décimo show do “projeto”.

A apresentação terá o pianista Christiano Caldas e participação especial do músico Marcelo Gaz. E, como é informal, não tem roteiro para as histórias que Menescal – que, você sabe, é autor de clássicos como “O Barquinho”, “Você” e “Nós e o Mar”, entre outros– vai contar.

“Os ‘causos’ vêm na hora. Estes encontros pegaram várias épocas de nossa carreira. E sempre fazíamos o mais recente disco. Mas, se não tivesse nada de novidade, mostrávamos as músicas que nos dessem mais prazer de tocar”, arremata Tostes.

Pot-pourris

Desta vez, o repertório traz sete músicas de Menescal. Há também composições de Tom Jobim e dois pot-pourris interpretados por Tostes. Em um, o músico vai transformar, em bossa nova, músicas compostas por nomes como Rita Lee, Cazuza e Marina Lima.

No outro, é a vez de sambas antigos virarem bossa nova. E toda esta mistura, aponta Tostes, pode ser justificada por uma frase de Nara Leão: “Uma vez, Nara Leão disse que a bossa nova, para ela, ‘era o jeito de cantar’”.

Recentemente, Tostes, Menescal e Gaz terminaram as gravações dos álbuns de bossa jazz “CinemaSongs” e “Chet Baker in Bossa”. Por enquanto, serão lançados só no exterior. E assim, a amizade vai seguindo sem fim.

“Susie e os Robertos”, show com Roberto Menescal, Bob & Susana Tostes. Nesta terça-feira, às 21h, n’A Autêntica (rua Alagoas, 1.172, Savassi). Ingressos: R$ 50.

O Musicanossa foi criado em 1967, no Rio de Janeiro, para reunir nomes em torno da bossa nova. Além de Menescal, aderiram ao projeto nomes como João Donato, Ronaldo Bôscoli, Taiguara, Quarteto em Cy, Milton Nascimento, Toninho Horta, Egberto Gismonti e Joyce, entre outros