Os traços inconfundíveis de Rogério Fernandes também já se introjectaram no cotidiano da cidade, por meio de exemplos que clamam por um registro fotográfico: caso das fachadas do CentoeQuatro, na Praça da Estação; da sede do Grupo Corpo, na av. Bandeirantes, Sion; ou da sede da Greco Design, no Carmo-Sion.Sim, no seu caso, as pinturas foram feitas a partir de convites. 
 
Rogerio Fernandes é amigo pessoal e parceiro de Gustavo Greco, diretor criativo da Greco Design, já tendo participado de vários projetos da agência, como a primeira edição da “Revista Palíndromo”, para a Rona Editora, na qual o artista criou a série de gravuras “Relações”. 
 
Um trabalho mais recente tem chamado a atenção de quem passa pela Rua Francisco Deslandes, entre as ruas Montes Claros e Vitório Marçola: trata-se de um muro belíssimo criado por Fernandes para a sofisticada loja de moda Boudoir.
 
“Foi um namoro de dois entre a Boudoir e eu. As meninas são fãs do meu trabalho e, em 2012, entraram em contato, através de um amigo em comum. Na ocasião, não conseguimos fechar, mas este ano nos reencontramos de novo e finalmente deu certo, realizar o trabalho”, diz ele, que utiliza a técnica de pintura com tintas acrílicas para superfícies de parede. São tintas próprias para isso, para garantir a durabilidade do trabalho. Ele também pode usar técnica mista com sprays, mas sempre gosta de dar o acabamento com os pincéis.
 
No quesito estilo, é visível a influência da xilografia nordestina: Rogério sempre revisita o cordel com seu realismo fantástico. Alguns o definem como um artista naif, por seus traços autênticos, intuitivos e livres. Frases e versos soltos são comumente encontrados em suas obras e seus personagens fictícios e seres imaginários em situações surreais são facilmente percebidos e identificados pelo publico. Na maioria das vezes, Rogerio tem total liberdade para criar, podendo seguir um tema de acordo com o perfil do estabelecimento. Mas os clientes escolhem o trabalho dele justamente por querer seu estilo estampado nas paredes.
 
O artista nasceu no Piauí e ainda criança mudou-se, com a família, para BH. Formou-se Designer pela UEMG e especializou-se em Ilustração pela Saint Martins (Londres). Com varias coletivas e individuais, no Brasil e exterior, no currículo, é hoje um dos principais expoentes da nova geração de artistas brasileiros. Possui sua própria galeria e ateliê em BH, onde produz telas, esculturas, estampas e produtos para decoração de ambientes, sempre com sua assinatura. 
 
Fernandes na para: suas pinturas estão nas ruas de cidades como Miami e Madri