SÃO PAULO - O Ministério da Justiça alterou a classificação indicativa do filme "Confissões de Adolescente", de Daniel Filho e Cris D'Amato, de 12 para 14 anos. A medida deve ser publicada nesta quarta-feira (29) no Diário Oficial da União. 
 
Segundo o despacho, nova análise da obra constatou a presença de cenas de consumo de droga lícita e situações sexuais, que por serem frequentes e por envolver adolescentes, não são compatíveis com a indicação. 
 
Davi Pires, diretor de classificação indicativa do ministério, afirma que a reavaliação foi motivada por reclamações do público nos perfis da pasta nas redes sociais. 
 
Os exibidores terão cinco dias para adequar o material de divulgação do filme à nova classificação. 
 
"Confissões de Adolescente" é baseado no livro homônimo da atriz Maria Mariana e acompanha os dilemas de quatro jovens irmãs. O filme, que estreou no último dia 10, levou 738 mil pessoas ao cinema e é o sétimo no ranking de bilheterias do ano. 
 
No longa, a atriz Malu Rodrigues, de 20 anos, que interpreta uma adolescente, mostra os seios e protagoniza cena de sexo. O filme também mostra consumo de álcool. 
 
De acordo com o ministério, apenas nudez velada é recomendada a menores de 12 anos, isto é, seios, nádegas e órgãos genitais devem ser encobertos por tarjas ou objetos. Procurada, a distribuidora Sony informou que não se pronunciará sobre a decisão.