SÃO PAULO - O ator Ben Affleck, escolhido para ser o novo Batman no cinema, afirmou que a Warner Bros., estúdio responsável pelos filmes do herói, quis prepará-lo para as críticas que ele poderia receber na internet ao ser anunciado como o novo Bruce Wayne.

Depois da divulgação da notícia, em agosto, fãs do homem-morcego no Twitter detonaram a escolha de Affleck e criaram até mesmo uma petição on-line para impedir que ele interpretasse o personagem.

Em entrevista ao talk show americano "Late Night with Jimmy Fallon" na noite de segunda-feira (16), Affleck comentou sobre como a Warner tentou prepará-lo para as críticas que viriam da internet depois que ele fosse anunciado como novo intérprete do herói.

"Eles me chamaram e disseram, "muitas pessoas já passaram por isso, pode ser estressante. Nós vamos mostrar a você algumas das reações anteriores na internet a escolhas de elenco para filmes do Batman'", afirmou.

Embora não tenha revelado quem sejam os atores criticados, Affleck brincou que viu comentários como "matem-no!" endereçado a atores de outros filmes do Batman. "Eu disse, "eu sei lidar com as coisas, eu sou durão'. Então, eu vi a notícia na internet, "Ben Affleck será Batman' e o primeiro comentário era "nããããããããão'", brincou.

Segundo o astro, ele pensou em recusar o papel por "não ter mais 25 anos" (Affleck tem 41), mas acabou aceitando por achar o projeto do diretor Zack Snyder "incrível".

"Obviamente você não pode fazer o que Christian [Bale, último ator a viver o herói no cinema] fez --aqueles filmes foram brilhantes, maravilhosos. Snyder quer fazer algo diferente, porém mantendo aquele nível. Então, eu achei que era um jeito ótimo de fazê-lo."

Ben Affleck será Batman no filme "Batman vs. Superman", continuação de "O Homem de Aço", filme do Superman lançado neste ano.