SÃO PAULO - O ator alemão Otto Sander, estrela do teatro e da televisão em seu país e que participou de filmes como "O Tambor" (1979), "O Barco - Inferno no Mar" (1981) e "Asas do Desejo" (1987), morreu hoje em Berlim. Ele tinha 72 anos. A causa da morte não foi divulgada, embora seja de conhecimento público que Sander lutava contra o câncer há anos.

Ele participou de 130 produções entre filmes e séries de TV, criando figuras marcantes. A mais famosa delas é um anjo angustiado em "Asas do Desejo", filme de Wim Wenders que ganhou o prêmio de melhor diretor no Festival de Cannes. O longa seria refilmado em Hollwyood em 1998, com o nome de "Cidade dos Anjos" e com Meg Ryan e Nicolas Cage no elenco.

Uma das faces mais marcantes nos filmes do Cinema Novo Alemão, Sander também é lembrado por ter interpretado um capitão traumatizado pela guerra no filme "O Barco - Inferno no Mar", de Wolfgang Petersen, cineasta que depois migrou para Hollywood. Ele surgiu como ator na década de 1970, como membro do famoso Teatro Schaubühne de Berlim. Por duas vezes, Otto Sander venceu o prêmio de melhor ator teatral da Alemanha, em 1979 e em 1999.

Em seu país, ele também ficou conhecido pela voz marcante que emprestou a diversos personagens como dublador. Em 2000, por exemplo, fez sucesso como o narrador de "O Grinch" na dublagem alemã. O presidente da Alemanha, Joachim Gauck, manifestou pesar pela morte de Sander e disse que ele tinha "uma habilidade maravilhosa para retratar tanto a fraqueza quanto a força humana, ambas com igual intensidade".

"Perdemos uma das nossas maiores personalidades artísticas e o dono de uma voz inesquecível", disse o prefeito de Berlim, Klaus Wowereit.