PARIS - O ator franco-russo Gérard Depardieu afirma que sua mudança para a Bélgica antes de obter a nacionalidade russa foi um "enorme mal-entendido" e que continua "amando como sempre a França".

"Eu nunca fui embora! Recuso-me a me deixar trancar em fronteiras. Sou um homem livre. Sinto-me em casa em toda a Europa", disse em entrevista ao Figaro Magazine o astro do cinema francês. "A coisa toda é um grande mal-entendido", disse.
    
O ator obteve a cidadania russa em janeiro, depois de comprar uma casa em Néchin, na Bélgica, perto da fronteira francesa, provocando uma enorme polêmica por causa das motivações fiscais de sua decisão.

Na entrevista, Depardieu diz que continua "amando como sempre a França". "É o meu país, vou para lá regularmente, tenho meus restaurantes que empregam mais de 80 pessoas", afirma.