Após as apresentações do trio Amaranto e do quarteto Cobra Coral, é a vez de Aline Calixto se apresentar no Museu de Arte da Pampulha, no projeto "Domingo no Museu". A cantora traz o espetáculo que homenageia uma das vozes mais importantes do país: Clara Nunes. O show, lançado em 2012, ano em que a "Guerreira" faria 70 anos, reúne músicas marcantes, como "Morena de Angola", "Conto de Areia" e "Feira de Mangaio". O show acontece neste domingo (30), às 11 horas.

Acompanhada pelos músicos Thiago Delegado (violão 7 cordas) e Robson Batata (percussão), Aline Calixto define o show como uma homenagem de mineira para mineira, que vai além da diferença entre gerações. Ainda que Aline tenha nascido no Rio de Janeiro".

A cantora, que declara influências de Clara Nunes em sua carreira, lançou seu primeiro disco, homônimo, em 2009. Dois anos depois, veio "Flor Morena". Em março passado, Aline regravou a canção "Conto de Areia", de Romildo S. Bastos e Toninho Nacimento. Essa composição também faz parte da homenagem à Clara Nunes e conta com a participação do rapper Emicida e produção musical e arranjos de Thiago Delegado.

Além do samba, Aline também percorre outros gêneros musicais e conta com a participação de consagrados artistas em sua trajetória, como Zeca Pagodinho, Arlindo Cruz, Sérgio Loroza e Dom Júnior. Ainda neste ano, a cantora pretende lançar seu primeiro CD/DVD ao vivo, que será gravado em BH.


Serviço

Domingo no Museu – Aline Calixto Canta Clara Nunes. Neste domingo (30), às 11 horas, no Museu de Arte da Pampulha (avenida Otacílio Negrão de Lima, 16585). Entradas a R$ 10 e R$ 5 (meia), à venda na Acústica CD’s (rua Fernandes Tourinho, 300, Savassi) e no MAP. Informações: 3277-7996