Falência múltipla da instituição

Opinião / 11/12/2014 - 06h29

É inquestionável o aumento do número de empresas que vêm solicitando, junto aos órgãos competentes, pedidos de falência nos últimos meses. Essa é uma infeliz realidade que tem se tornado cada vez mais comum e é fácil ouvirmos falar de pessoas milionárias e grandes instituições que, após anos de atuação no mercado, chegam à falência por inúmeros motivos. Causas como alteração nos negócios do segmento, falta de atualização da empresa e até mesmo investimentos feitos de maneira errada são alguns dos fatores considerados de grandes relevância para esse declínio. Mas, certamente, um dos motivos mais importantes, e que poderia ser evitado com certa facilidade, se deve aos erros contábeis. Essa área pode representar o coração de uma empresa e se tudo não estiver indo bem, as chances de uma crise são muito maiores.

Uma instituição que tece cuidados diariamente, medindo com cautela os resultados e processos administrativos dos seus negócios tem menos chance de decretar falência. É consideravelmente mais seguro e eficaz quando uma empresa abre mão de certos preceitos e aposta em sistemas totalmente automatizados, uma vez que procedimentos realizados sem organização e controle acarretam riscos muito maiores à empresa. Um estudo realizado pelo Indicador Serasa Experian de Falências e Recuperações apontou que o mês de setembro teve o pior resultado de 2014 até agora em números de quebra de empresas, totalizando 181 pedidos em todo o Brasil.

O acompanhamento diário do setor financeiro e principalmente um bom planejamento de ações tendem a evitar que muitas tarefas sejam mal executadas, assim como fraudes e erros levianos. Essas medidas podem impedir grandes surpresas desagradáveis para o futuro. Obtendo um bom andamento na contabilidade e processos internos otimizados, se torna mais fácil controlar as finanças da empresa, auxiliando a traçar objetivos, planos específicos e auxílio da tomada de decisões assertivas para o crescimento do negócio.

E nada mais eficiente dentro desse processo do que apostar em medidas seguras de armazenamento de dados, de automati-zação de atividades internas por meio do uso da tecnologia. Erros contábeis, deslizes financeiros ou até mesmo junto aos escritórios de contabilidade terceirizados podem ser precavidos, não permitindo que a empresa caia no prejuízo.

Para citar um exemplo, uma das falhas mais comuns cometidas pelas instituições acontece durante a emissão de notas fiscais eletrônicas, podendo haver em seu preenchimento erros e inconformidades. Esse é um processo que necessita de bastante cuidado, pois informações inadequadas podem acarretar pagamento de impostos desnecessários, notificações e até multas de órgãos fiscalizadores do setor. Já quando a empresa adota um sistema eficiente de gestão contábil, todos os processos são automatizados e se tornam mais práticos e seguros. Uma plataforma contábil on-line de segurança pode auxiliar a empresa na organização, além de controlar com eficácia o fluxo de caixa, a administração e demais procedimentos adotados pela instituição. Um sistema feito especialmente para gerenciar tarefas de determinadas áreas contribui muito em demandas como pagamentos e lançamentos, permitindo ao software integrar as ações, valores, datas, além de arquivar todos os documentos de maneira prática, facilitando o acesso nas rotinas do dia a dia e na segurança da companhia.

Product Owner da Mastermaq Softwares 

Publicidade
Publicidade
Publicidade
Comentários