"A saúde no Brasil é um lixo". A declaração do Prefeito Alexandre Kalil (PSD) foi feita nesta sexta-feira (17), durante a apresentação do balanço do trabalho da rede municipal de saúde de Belo Horizonte, durante a pandemia, neste ano. Kalil elogiou o trabalho das equipes do SUS na capital e afirmou que o sistema público de saúde brasileiro "é um lixo". 

O prefeito também falou que BH mostrou durante a  pandemia da Covid-19 que é uma excessão à regra nacional. Durante o evento, o secretário municipal de Saúde, Jackson Machado, disse que a metodologia adotada pelo município virou referência mundial. "Belo Horizonte  foi a melhor entre 14 capitais do Brasil nos indicadores de mortalidade da Covid-19, conforme estudo do Imperial College London de 2021", afirmou.

Para Kalil, a população de BH está amparada por um Sistema Único de Saúde com grande potencial. E afirmou, ainda, que os problemas existentes no Sistema Único de Saúde de Brasília são fruto de má gestão. "O povo de Brasília está na mão de negacionista, de quem coloca o dedo para a população. Vieram aqui para aprender, mas não aprenderam nada. Burro não aprende", concluiu.

Leia mais

BH faz repescagem de segunda dose da Pfizer para pessoas entre 12 e 30 anos; confira calendário

Comitê de Enfrentamento à Covid de BH é homenageado durante apresentação do balanço da Saúde