A Penitenciária Francisco Floriano de Paula, em Governador Valadares, no Vale do Rio Doce, em Minas, está cedendo 25 detentos para a limpeza da cidade, que foi vítima de enchentes ocasionadas pelo Rio Doce após as fortes chuvas das últimas semanas.

Segundo o Governo de Minas, às 7h, os presos precisam estar no Sistema Autônomo de Água e Esgoto de Governador Valadares (Saae) e, de lá, seguem para os bairros afetados pelas inundações. As turmas são divididas e acompanhadas por funcionários da própria companhia de abastecimento.

Todos os presos que participam da limpeza de Governador Valadares cumprem pena no regime semiaberto e receberam autorização judicial de saída da penitenciária para a realização do trabalho, realizado de segunda a sexta, das 7h às 16h30 e, aos sábados, até as 15h. Durante a execução da tarefa, receberam  o benefício da prisão domiciliar.

Mais de 20 bairros da cidade do Vale do Rio Doce foram atingidas pelas enchentes.  As atividades tiveram início em 17 de janeiro  e se estendem por 30 dias, podendo ser prorrogadas, informa o governo estadual.

Estão sendo realizadas tarefas como limpeza da lama nas ruas e das bases de tratamento de água e esgoto e retirada de entulhos. Por esses trabalhos, os detentos recebem remuneração, além da possibilidade de alvará de soltura, para aqueles que tiverem menos de seis meses para o fim do cumprimento da pena.

(*) Com Agência Minas.

Leia mais:

Aeroporto Carlos Prates pode dar lugar a parques e programa habitacional Casa Verde Amarela
Hospital da Baleia abre nove leitos de CTI adulto para atender pacientes com Covid-19 em BH