As chuvas que não dão trégua estão castigando Minas Gerais e deixando um rastro de destruição por diversas cidades do Estado. Para ajudar aos milhares de mineiros desalojados ou desabrigados, uma corrente de solidariedade está sendo montada por diversas entidades para recolhimento de alimentos não perecíveis, agasalhos e itens de higiene pessoal.

Saiba como ajudar:

– Belo Horizonte

Servas
O Servas está realizando uma parceria com a redes de supermercados Verdemar para ajudar pessoas afetadas pelas chuvas no Estado.

Podem ser doados alimentos não perecíveis, materiais de limpeza, produtos de higiene pessoal, incluindo absorventes e máscaras para proteção individual, além de roupas de cama e banho. Os donativos podem ser entregues nos postos de arrecadações montados em todas as unidades do Verdemar, exceto no DiamondMall e no Pátio Savassi.

Cruz Vermelha
Alimentos não perecíveis, itens de higiene pessoal, material de limpeza e água estão sendo recolhidos pela Cruz Vermelha de Minas Gerais, na Alameda Ezequiel Dias, 427, no Santa Efigênia, em Belo Horizonte. Doações em dinheiro podem ser feitas por meio do Pix: secretaria@cvbmg.org.br.

– Ouro Preto

Itens de cesta básica, higiene pessoal e roupas estão sendo recolhidos pela Prefeitura de Ouro Preto para ajudar as vítimas das tempestades. As doações podem ser deixadas no Centro Comunitário do Morro do Cruzeiro, próximo à Universidade Federal de Ouro Preto (UFOP).

Projeto Semeando Cidadania
O Projeto Semeando Cidadania está recolhendo doações de colchões, cobertores, materiais de limpeza e higiene pessoal, e roupas para oferecer aos afetados pelas chuvas em Ouro Preto e distritos próximos.

Os interessados em ajudar podem deixar os itens no Centro Acadêmico da Escola de Minas (CAEM)  da Praça Tiradentes. Para mais informações: Jhonnathan Luiz –  (31) 98821-0886.

Em Mariana, os mesmos itens estão sendo arrecadados para apoio à população na Rua Antônio Faustino da Rocha nº 1 – Centro, ou Travessa Santa Cruz, 43 – Barro Preto. Mais informações em (31)  98108- 3320.

– Raposos 

A Prefeitura de Raposos está aceitando doações em dinheiro pelo Pix (31) 99966-1935 para pessoa física e pelo comunicacao@raposos.mg.gov.br para pessoa jurídica.

Materiais de limpeza, EPI's (equipamentos de proteção individual) e cestas básicas também estão sendo recolhidos. A loja Imaginarium de Belo Horizonte está recebendo doações para Raposos nas lojas dos seguintes shoppings: BH Shopping, Shopping Cidade, Shopping Del Rey, Boulevard Shopping, Pátio Savassi e Loja da Rua Pampulha.

– Betim

A Prefeitura de Betim está recebendo donativos de alimentos não perecíveis, fraldas, utensílios domésticos, materiais de limpeza e produtos de higiene pessoal.

Os itens podem ser entregues nas administrações regionais, hall da prefeitura, Superintendência de Defesa Civil, Shopping Partage e CDL.

– Congonhas

Os interessados em ajudar o município de Congonhas podem fazer doação de alimentos não perecíveis, roupas, produtos de higiene pessoal e limpeza e cobertores. Um centro de coleta foi organizado no Edifício JK, na Av. Júlia Kubitscheck, 230, térreo, no Centro. As Escolas Municipais também estarão recebendo os itens.

– Nova Lima

A Prefeitura de Nova Lima está solicitando doações de materiais de limpeza em geral, itens de higiene pessoal, água mineral e roupas e calçados.

Os produtos podem ser entregues na Escola Municipal Emília de Lima, Rua Abolição, 88, Centro, das 9h às 18h.

 

– S.O.S Chuvas Minas Gerais

A campanha está recolhendo água, alimentos não-perecíveis, cobertores, colchões, roupa de cama, itens de higiene pessoal e materiais de limpeza para Defesa Civil do Estado, além das entidades que estão acolhendo famílias desabrigadas em virtude das enchentes.

Os interessados podem entregar os donativos em todos os batalhões, quartéis e bases comunitárias da Polícia Militar e do Corpo de Bombeiros Militar, além das delegacias da Polícia Civil de Minas Gerais. 

Leia mais:
Onda de calor do Rio Grande do Sul não chegará a Minas, mas temperaturas voltam a subir nesta quinta
BH disponibiliza vagas emergenciais na rede de acolhimento para atender atingidos pelas chuvas
Dez anos após desabamento de prédio, moradores do bairro Buritis, em BH, ainda temem danos da chuva