Um vídeo que flagrou um policial militar fardado em um suposto ato de assédio a uma passageira no metrô de Belo Horizonte tomou as redes sociais no começo da semana e está sendo investigado pelas polícias Militar e Civil.

O major Flávio Santiago, porta-voz da Polícia Militar mineira, contou que a corregedoria já está investigando o caso desde que o vídeo foi enviado aos militares pelas redes sociais. "A PM já tomou as providências de ouvir as partes e trabalha, agora, no sentido de robustecer o inquérito com mais vídeos e testemunhos e, como instituição legalista, respeitando sempre o princípio da ampla defesa", afirmou.

A Polícia Civil, por meio de sua assessoria de imprensa, também informou que abriu uma investigação sobre o caso e que a mulher foi ouvida pela Delegacia de Defesa da Mulher. Ainda segundo a PC, depois de concluídas, as investigações serão encaminhadas à Corregedoria da Polícia Militar.

O vídeo começou a circular na última segunda-feira (10) e mostra o militar se esfregando na mulher, que estava sentada, e, aparentemente, filmando a ação. No dia seguinte, um cabo da PM confessou ser ele o homem no vídeo e alegou ter problemas psicológicos e estar em tratamento.

Confira o vídeo: