O último dia de janeiro começou com pancadas de chuva por toda Belo Horizonte. Desde as primeiras horas desta segunda-feira (31), todas as regionais da capital registraram preciciptação, que deve se manter pelos próximos dias na cidade.

A região Oeste foi a mais atingida pelas chuvas que atingiram a cidade em janeiro. Até a manhã desta segunda, a regional recebeu volume de água superior a 674 mm. Isso representa 205% do esperado para todo o mês. Clique aqui e confira o acumulado de todas as regionais em janeiro. Apesar do grande volume de chuva, bombeiros e Defesa Civil ainda não registraram ocorrências na capital.

Por conta do grande volume de chuva, a Defesa Civil da capital emitiu um alerta para riscos de deslizamentos, principalmente nas regiões Leste e Nordeste, o que demanda maior atenção com o grau de saturação do solo, sinais construtivos e quedas de muros, além de deslizamentos e desabamentos. Confira algumas recomendações do órgão:

  • Coloque calha no telhado da sua casa. 
  • Conserte vazamentos em reservatórios e caixas-d'água. 
  • Não jogue lixo ou entulho na encosta. 
  • Não despeje esgoto nos barrancos. 

Sinais que podem indicar deslizamentos:

  • Trinca nas paredes. 
  • Água empoçando no quintal. 
  • Portas e janelas emperrando. 
  • Rachaduras no solo. 
  • Água minando da base do barranco. 
  • Inclinação de poste ou árvores. 

Leia mais:
Disseminação da Ômicron deixa mais de 530 crianças doentes por dia em Minas
Trecho da rodovia LMG-820 tem cratera aberta às margens da via em Minas; veja pontos de interdição