O prefeito de Belo Horizonte, Alexandre Kalil (PSD), vai se reunir na tarde desta segunda-feira (31) com representantes do Sindicato de Lojistas e do Sindicato dos Comerciários da capital e da Região Metropolitana para discutir o funcionamento do comércio durante os dias que aconteceria o Carnaval. 

Com o avanço da Covid-19 em Minas, diversos municípios tradicionais no Carnaval de rua já cancelaram a folia deste ano. Em BH, por exemplo, Kalil informou que o feriado não será considerado na cidade e ainda convocou o comércio a funcionar normalmente. "Abram as portas, queremos uma cidade normal", disse na última quarta-feira (26). 

Além disso, para tentar frear a curva ascendente de casos de Covid-19, a Prefeitura de Belo Horizonte determinou que será obrigatório teste negativo e o comprovante de vacinação contra a Covid-19, em todos os eventos que ocorrerem na capital a partir de segunda-feira (31). 

Leia mais

Forças policiais poderão agir para evitar aglomerações no Carnaval, diz Zema
Recuo na flexibilização? Kalil convoca coletiva para falar sobre cenário da pandemia em BH nesta 4ª