Três pessoas foram presas após um corpo carbonizado ser encontrado na casa onde elas estavam em Esmeraldas, na Grande BH, e que foi atingido por um incêndio na madrugada deste sábado (29). A vítima, ainda não identificada, estava dentro de um dos quartos.

Segundo a Polícia Militar, o relato dos bombeiros que atuaram no combate às chamas indica que, pelas condições em que foi localizada, a vítima já deveria estar morta antes de ser atingida pelo fogo. Assim que a PM chegou ao local, um homem foi visto saindo do imóvel e acabou abordado.

O suspeito contou que estava no imóvel com o irmão e a cunhada quando os três discutiram. Ele não contou como o incêndio começou ou os motivos para ter saído do local.

Pouco tempo depois, os militares encontraram os outros dois envolvidos. O homem disse que agrediu o irmão porque ele estava urinando perto da companheira e, após a briga, teria ido embora com ela. Ainda conforme a PM, ele já responde por homicídio provocado por incêndio em 2013, também em Esmeraldas.

A mulher, por sua vez, contou que o trio brigou várias vezes e que o cunhado já tentou matá-la, mas não sabia sobre o incêndio.

Os três envolvidos estavam embriagados, de acordo com o boletim de ocorrência, e foram encaminhados à delegacia. O sexo da vítima carbonizada e possíveis lesões no corpo ainda não foram confirmados pela perícia.

Leia mais:
Tarifa do ônibus metropolitano de BH passará de R$ 5,85 para R$ 6,60 nesta segunda
Desvios, buracos, obras e chuva nas estradas dificultam volta para casa neste fim de semana
Praia em Fernando de Noronha segue fechada após ataque de tubarão