Famílias de estudantes matriculados na rede municipal de educação em BH e nas creches da rede parceira receberão o pagamento do Auxílio Belo Horizonte em fevereiro. A medida publicada pela prefeitura nesta sexta-feira (28) considera o adiamento do início das aulas presenciais para crianças e os problemas para regularizar o atendimento em tempo integral, o que demanda complementação da alimentação escolar.

Quem já fez o pedido do pagamento não precisa refazer a solicitação, inclusive as famílias que já receberam alguma parcela. Por outro lado, aquelas com dependentes matriculados na rede municipal e que ainda não pediram o benefício poderão fazê-lo até segunda-feira (31) no site do auxílio.

A lei que institui o benefício prevê que famílias de estudantes têm direito ao pagamento até que a alimentação escolar seja regularizada. O subsídio de R$ 100 mensais deve ser pago a cada família com membros matriculados na escola. O calendário completo de pagamentos está disponível no Portal da PBH.

Todo o público elegível para o Auxílio Belo Horizonte, inclusive quem não possui dependentes matriculados na rede de educação, continua recebendo normalmente. A relação completa do público elegível pode ser conferida também no site do programa. 

As famílias que pediram o benefício em novembro receberão a terceira das seis parcelas neste mês. Quem solicitar até dia 31 de janeiro recebe a primeira parcela em fevereiro. O prazo final para requisição termina em 15 de fevereiro, e quem solicitar nos últimos 15 dias do prazo vai receber a primeira parcela em março.

Leia mais:
Vacinação e teste negativo serão exigidos em jogos, corridas de rua e festas em BH; veja decreto
BH deve ter pancadas de chuva de até 30 mm nesta sexta, alerta Defesa Civil