Além dos estudantes de 5 a 11 anos, as demais faixas etárias poderão ter o retorno às atividades adiados pela Prefeitura de Belo Horizonte para 7 de fevereiro. A informação foi adiantada pela secretária municipal de Educação, Ângela Dalben, em entrevista coletiva nesta quarta-feira (26).

“Isso vai ser uma coisa que nós vamos orientar ainda a partir de amanhã, mas é uma previsão que eu já adianto. É a minha proposta para conversar e mandar para as escolas”, afirmou.

Nesta quarta, o prefeito Alexandre Kalil (PSD) determinou que a volta às aulas dos alunos dos anos iniciais do ensino fundamental serão postergadas para 14 de fevereiro. A medida foi tomada para que se tenha tempo hábil para imunizar as crianças dessa faixa etária, que já fazem parte da campanha de imunização contra a Covid-19.

“É obrigação pública, humana e do gestor público proteger a criança. E é o que nós vamos fazer. Mas nós precisamos da colaboração da população. Quero dizer como pai e avô: quem estiver me ouvindo, levem seus filhos, pelo amor de Deus, para se vacinar”, disse.

O prefeito frisou que considera uma crueldade que os pais, já vacinados, não levem os filhos para a vacinação ou que tenham medo da vacina. “As nossas crianças não estão todas protegidas, nem vacinadas. Não podemos nos expor a idiotas negacionistas. O que estamos pedindo é a proteção dos filhos, dessas crianças”.

Leia mais:

Teste negativo e comprovante de vacinação serão exigidos juntos em todos os eventos em BH, diz Kalil
'Levem seus filhos para vacinar, pelo amor de Deus', pede Kalil após aumento de casos da Covid em BH