A Unidade de Atendimento Integrado (UAI) da Praça 7, na região central de Belo Horizonte, está fechada até a próxima segunda-feira (31). Todos os serviços foram suspensos no último sábado (22), pelo governo de Minas, e a previsão para retomada é em 1º de fevereiro.

Segundo o Executivo, as pessoas que tinham agendamento para esta semana receberiam uma notificação cancelando o serviço. No entanto, alguns moradores da capital afirmam não ter recebido o comunicado e acabaram encontrando as portas da unidade fechadas.

Déa de Olinda de Oliveira, de 68 anos, é uma dessas pessoas. “Cheguei aqui e dei de cara com o portão fechado com um bilhete falando para entrar no site para reagendar quem já foi agendado, ou para entrar no site para saber como tirar a nova carteira de motorista”, contou.

Ela conta que saiu de casa às 7h, no bairro Camargos, na região Oeste de BH, e foi ao centro da cidade apenas para isso. A industriária relata que a informação é precária e que falta divulgação, principalmente para a população mais humilde que não tem conhecimento de aplicativos.

Outra moradora da capital que também foi afetada pela mudança é Ricleia Fiuza. A comerciante de 43 anos conta que estava agendada para esta segunda. “Eu estava agendada para dar entrada no seguro desemprego. Não tem ninguém pra informar se a gente vai pra outro lugar e deixa a gente na mão. Eu acho o cúmulo do absurdo, uma falta de respeito”, reclamou.

Além de ter o tempo perdido, ela alega ainda prejuízo financeiro, já que teve que se deslocar de táxi, com os filhos, do bairro Santa Tereza, na região Leste.

De acordo com o governo estadual, os moradores que necessitarem dos serviços do UAI poderão comparecer às unidades Barreiro e Venda Nova, que continuarão funcionando normalmente. Todos os serviços são realizados apenas com agendamento prévio, feito no Portal MG e pelo aplicativo MG App Cidadão.

Leia também:
Após demanda aumentar mais de 100%, Hospital Infantil João Paulo II, em BH, terá novos leitos
Polícia Militar afasta dez agentes da Rotam que aparecem em vídeo estapeando rosto de alunos