Em 2021, 77,2% das pessoas que morreram em decorrência da Covid em Belo Horizonte não estavam vacinadas. Entre os que precisaram ser internados em UTIs na capital, o número de não imunizados também é alto: 83%.

Os dados foram divulgados pelo secretário de Saúde, Jackson Machado, em entrevista coletiva nesta sexta-feira (21). Ele usou os números para fazer um apelo aos pais para que levem as crianças para se imunizarem contra a Covid.

“Não há motivo para acharem que a vacina não é eficaz. A vacina é eficaz, sim. Vai proteger nossas crianças, sim. Então, é muito importante que quem não levou seu filho para vacinar que faça o mais rápido possível”, disse.

Até a última atualização, na última segunda-feira (17), mais de dois milhões de pessoas já haviam recebido a segunda dose da vacina em BH, cerca de 94% da população maior de 12 anos na capital. Dessas, 691.851 receberam o reforço.

Leia mais:
CoronaVac é incluída no plano de vacinação para crianças no Brasil
Perto da volta às aulas, escassez de vacinas contra Covid e adesão de crianças são preocupação em BH