A greve dos metroviários de Belo Horizonte foi suspensa até 1º de fevereiro após decisão tomada em assembleia realizada nessa quinta-feira (20). O metrô voltou a funcionar em todas as 19 estações, das 5h15 às 23h, desde domingo (9) e seguirá desta forma até a próxima reunião.

De acordo com Romeu Machado, presidente Sindicato dos Empregados em Transportes Metroviários e Conexos de Minas Gerais (Sindimetro-MG), os trabalhadores seguem esperando a resposta da Companhia Brasileira de Trens Urbanos (CBTU) às reivindicações.

“No MPT o prazo termina hoje. No TRT, no dia 28. Por isso a assembleia no dia 1º de fevereiro”, explicou.

Os trabalhadores do Metrô de BH iniciaram a greve em 23 de dezembro. O principal pedido dos metroviários é a revogação de uma resolução do governo federal que impede a transferência dos funcionários lotados na capital para outras unidades da CBTU.

A reportagem do Hoje em Dia procurou a CBTU e aguarda retorno.

Leia mais:

Vistoria do ônibus que tombou em BH é de 2019; acidente é típico de má conservação, diz especialista
Ônibus que tombou em BH circulava com mais que o dobro da lotação permitida