O valor das passagens dos ônibus municipais de Santa Luzia, na Região Metropolitana de Belo Horizonte, sofreu um reajuste de 18%, informou a prefeitura nessa terça-feira (18). A alteração nas catracas começou a valer à meia-noite desta quarta (19). 

De acordo com o Executivo, o aumento ocorre pela alta no preço do diesel, custos acumulados e por uma análise feita pela gestão municipal. Os bilhetes dos coletivos que circulam dentro da cidade passaram de R$ 4,70 para R$ 5,50 nas tarifas pagas em dinheiro e por meio dos créditos eletrônicos no cartão Ótimo.

“Tendo em vista o equilíbrio econômico-financeiro, outros municípios da região metropolitana de Belo Horizonte também já realizam o reajuste tarifário para o ano de 2022”, afirmou a Prefeitura de Santa Luzia, em nota.

Projetos de Lei

No final do ano passado, dois Projetos de Lei foram encaminhados pela prefeitura ao Legislativo Municipal. As propostas previam a desoneração de parte da tarifa para que o impacto no bolso dos usuários fosse menor.

Desta forma, haveria uma suspensão do Imposto Sobre Serviços de Qualquer Natureza (ISSQN) por um ano e o fim da Taxa de Gestão Operacional (TGO), ambos pagos pela empresa e que fazem parte da planilha do custo da passagem. No entanto, os textos não foram aprovados pela Câmara, e a administração municipal precisou cumprir as cláusulas contratuais para realizar o reajuste em 2022.

Leia mais:

Caixa paga nesta quarta Auxílio Brasil para cadastrados com NIS terminado em 2; veja calendário
Casas e comércios atingidos pela chuva em Minas terão isenção na conta da Copasa; veja condições