Ao menos 1 milhão de mineiros está com a vacina contra a Covid-19 atrasada. A estimativa foi anunciada pelo governador de Minas, Romeu Zema (Novo), nesta terça-feira (18), e se refere a todas as doses em atraso, considerando primeira, segunda ou reforço.

Em entrevista coletiva, ele fez um apelo à população para se busque a imunização. 

“Eu queria encerrar minha fala fazendo um apelo, já que eu mesmo estou neste momento com Covid, para que aqueles que não tomaram ainda a dose de reforço que o façam. Estamos com mais de 1 milhão de mineiros atrasados, e fica muito clara a importância”. 

Nessa segunda (17), o governador testou positivo para a Covid-19 e está com sintomas leves e em isolamento. 

"Eu tomei a dose de reforço há oito dias, ontem meu teste deu positivo, estou isolado, com uma indisposição muito grande, mas teria sido muito pior sem a vacina, sem a dose de reforço", anunciou.

Zema alertou ainda que o Estado vive um momento de explosão de casos de Covid, atingindo número recorde nesta terça, com 20.810 novos registros da doença. Ele ainda ressaltou que o número de internações e óbitos em Minas não teve nenhuma alteração significativa, graças à imunização da maior parte da população. 

Vacinação no Estado

De acordo com o Painel Vacinômetro da SES, até esta terça, 92% da população acima dos 12 anos já recebeu a primeira dose do imunizante contra a Covid. 

Já os mineiros vacinados com as duas doses ou dose única somam 86%. Pouco mais de 4 milhões de doses de reforço foram aplicadas no Estado, garantindo maior proteção para 22% dos mineiros. 

Considerando a população total no Estado, a taxa de vacinação completa está em 73%.

O governador também apelou à população que siga os protocolos sanitários contra a Covid-19 e evite aglomerações, para ameniza a curva de casos positivos da doença no Estado.

Leia também:
Com quase 21 mil doentes em 24h, Minas bate recorde de casos da Covid-19
Minas recebe mais de 110 mil doses de vacinas contra a Covid-19 para crianças nesta terça

Zema testa positivo para Covid-19; governador está isolado e com sintomas leves