Nas últimas 24 horas, Minas registrou 4.323 novos casos de Covid-19, conforme boletim epidemiológico da Secretaria de Estado de Saúde (SES) desta segunda-feira (17). O total de infectados pela doença em território mineiro passam de 2,3 milhões. 

Segundo o levantamento, em um dia, 3 mortes foram computadas, somando 56.832 óbitos desde o início da pandemia, em março de 2020.

No último sábado, o Estado registrou recorde de infecções, com 19.153 confirmações. Na sexta-feira (14), a SES contabilizou 18.910 casos. 

De acordo com o secretário de Saúde Fábio Baccheretti, Minas deve atingir 20 mil casos diários do novo coronavírus ainda nesta semana. Em entrevista à Rádio Itatiaia, o responsável pela pasta apontou ainda que, em duas semanas, a doença atingirá o maior pico desde o início da pandemia, com predominância da variante Ômicron do coronavírus.

Apesar da força de transmissão, Baccheretti explicou que os casos associados à variante são menos graves e letais por conta do avanço da vacinação. "Estamos com 87% da população vacinada com as duas doses, e a proporção de internações e de óbitos é bem menor que a variante Gama, como aconteceu em março de 2021”, avaliou.

Recuperação

Por outro lado, 2,1 milhões de mineiros já se recuperaram da enfermidade. Outros 114.208 pacientes seguem em acompanhamento médico, internados ou em isolamento social.

Vacinação

Segundo a SES, até o momento foram recebidas mais de 40 mil doses de vacinas, sendo 38,3 milhões enviadas aos municípios.

Mais de 16 milhões de pessoas receberam a primeira dose no Estado. Até a sexta-feira (14), 15 milhões foram vacinados com a segunda dose. Em dose única, foram 502 mil. 

Já a dose de reforço foi aplicada em 3,8 milhões de pessoas.

Leia mais:
BH vai manter esquema de vacinação nas escolas com a chegada de novas doses
Chuvas provocam disparada de preços nos sacolões de BH; custo médio dobrou em quatro meses
Pandemia faz Receita Federal adiar retorno do trabalho presencial