Em Minas, nas últimas 24 horas, 9.323 pessoas precisaram deixar suas casas provisoriamente ou definitivamente. O total de desalojados no Estado já chega a 35.815. De acordo com o boletim da Defesa Civil estadual divulgado nesta sexta-feira (14), outras 4.464 pessoas estão desabrigadas – perderam as residências e necessitam de abrigo público.

O balanço também aponta que subiu para 376 o número de municípios mineiros em situação de emergência devido às chuvas. O total corresponde a 44% dos 853 municípios do Estado. A lista das cidades que decretaram emergência podem ser acessadas no portal da Defesa Civil estadual.

Ainda de acordo com a Defesa Civil estadual, 25 pessoas morreram desde o início do período chuvoso, que começou em outubro de 2021. Os óbitos foram registrados em 18 cidades mineiras: Uberaba, Coronel Fabriciano, Nova Serrana, Engenheiro Caldas, Pescador, Montes Claros, Betim, Belo Horizonte, Dores de Guanhães, São Gonçalo do Rio Abaixo, Ervália, Caratinga, Brumadinho, Ouro Preto, Perdigão, Santana do Riacho, Contagem e Claro dos Poções.

A Defesa Civil observa que os óbitos decorrentes da tragédia em Capitólio, no Centro-Oeste de Minas, não serão computados no balanço do período chuvoso até que sejam encerradas as investigações.

Segundo o boletim, a previsão do tempo não prevê chuva em grande parte do Estado, com instabilidades somente no Triângulo Mineiro e no Sul. Há uma pequena chance de chuva isolada também no Oeste, Campo das Vertentes e Zona da Mata. As temperaturas também sobem em Minas, superando os 30º C no decorrer do dia.

Leia também:
Cidades pequenas de Minas não sabem solicitar verba para recuperação de áreas após tragédias
Após casarão ser destruído em deslizamento, 80 famílias são evacuadas de bairro em Ouro Preto