O deslizamento de terra no Morro da Forca, em Ouro Preto, na região Central de Minas, já era, de certa forma, “esperado”. A constatação é do prefeito da cidade,  Angelo Oswaldo. O acidente foi registrado na manhã desta quinta-feira (13) e responsável pela destruição de um casarão histórico. 

Ainda de acordo com o chefe do Executivo, o imóvel, assim como um depósito comercial ao lado, estavam interditados há anos devido aos riscos de deslizamentos. 

“Nós tivemos o desmoronamento da encosta Sul do morro, que é uma área de altíssimo risco em Ouro Preto. Tanto que as edificações estavam interditadas”, disse em entrevista à GloboNews. 

Ângelo Oswaldo afirmou, ainda, que o casarão histórico pertencia à prefeitura de Ouro Preto. A região do morro estava interditada desde quarta (12) para avaliações. 

"Nós já tivemos, desde o fim do ano passado, alguns deslizamentos de terra. Este foi um volume maior que incidiu sob duas construções. Felizmente nenhuma pessoa foi vitimada, assim como nenhum conjunto que temos dentro do espaço tombado foi prejudicado, não tivemos nenhum dano maior ao patrimônio cultural”, concluiu, considerando, ainda, um projeto de contenção que deve ser realizado no local. 

“Há um projeto de contenção, que deve ser feito, e queremos aproveitar o topo como utilização turística porque é um mirante dos mais bonitos em Outro Preto”, finalizou.

Veja vídeo do momento do acidente:

Leia mais:
Imagens de drone mostram momento exato do deslizamento de terra que destruiu casarão em Ouro Preto
Deslizamento destrói casarão histórico, causa pânico e correria em Ouro Preto; veja vídeos
Mortes nos temporais deste ano já superam óbitos do período chuvoso de 2021