Quase 14 mil pessoas tiveram de abandonar suas casas por causa das fortes chuvas dos últimos dias em Minas Gerais, segundo a Defesa Civil. E, além dos danos às moradias, as tempestades também provocam outro problema grave: a falta de energia elétrica. 

Em São Sebastião das Águas Claras, distrito de Nova Lima, na Região Metropolitana de BH, quedas de poste e de árvores provocaram o rompimento de condutores. Segundo moradores da comunidade, até o posto de saúde ficou sem energia elétrica e foi fechado, comprometendo o atendimento à população.

A Cemig informa que equipes da companhia atuam em Macacos, como o distrito é conhecido, executando o serviço de recomposição da rede e realizando manobras para religamento do circuito. A previsão é de que a energia seja restabelecida aos clientes afetados ainda na noite desta terça-feira (11). A empresa explica que houve dificuldade de acesso aos locais das ocorrências devido a alagamentos e queda de barreiras.

Em Betim, no bairro Bandeirinhas, na região conhecida como Gorduras, moradores estão sem luz há três dias. E, segundo a Cemig, as equipes não conseguem chegar o local para fazer os reparos, por causa do alagamento ocasionado pelas fortes chuvas que atingiram a região. Ainda de acordo com a companhia, técnicos vêm fazendo tentativas diárias de acessar o local para providenciar o restabelecimento da energia elétrica.

O gerente de Saúde e Segurança do Trabalho da Cemig, João José Magalhães Soares, alerta que é preciso redobrar os cuidados no período de chuva. Ao deixar a casa por causa das enchentes, é importante desligar os disjuntores e também retirar os equipamentos das tomadas.  Para evitar danos aos equipamentos, é aconselhável ainda que eles sejam depositados em locais mais altos, para que não fiquem molhados no caso de inundação.

Ao retornar para a residência que foi alagada, os moradores precisam verificar se a energia está desligada. De acordo com João José Magalhães Soares, é fundamental realizar uma vistoria nas instalações elétricas, antes de ligar a energia. “A água pode entrar na tubulação elétrica e, por isso, a população precisa contratar um eletricista experiente para realizar essa vistoria, tanto nas instalações quanto nos equipamentos”, alerta.   

No caso de queda de árvores em vias públicas, que podem atingir a rede elétrica, fios elétricos possivelmente energizados podem ficar escondidos entre as folhas e causar acidentes graves. Neste caso, a dica é acionar os Bombeiros.

Confira outras dicas para evitar acidentes com a rede elétrica, no caso de alagamentos:

  • Não encoste em postes ou estruturas elétricas para se proteger das inundações
  • Nunca toque em aparelhos elétricos com as mãos ou os pés úmidos
  • Não tente desligar ou religar energia da rede elétrica da Cemig por conta própria
  • Não tente carregar aparelhos móveis como celulares em locais úmidos
  • Se houver a necessidade de utilizar o telefone durante as tempestades, a melhor opção é o aparelho sem fio ou o celular, desde que o mesmo não esteja conectado na tomada
  • Evite a permanência em lajes altas ou locais descampados, ​pois o mais comum é que as descargas atmosféricas caiam em locais mais altos
  • Jamais se abrigue embaixo de árvores e evite o uso do chuveiro elétrico
  • Tampas de caixas d’água, telhas, totens e quaisquer outros materiais que podem ser levados com o vento devem ser bem afixados para impedir que atinjam pessoas, veículos e também as redes elétricas
  • É importante acompanhar a previsão meteorológica e, em caso de tempestades, evitar sair de casa

Leia mais

Uma pessoa morreu e outra ficou gravemente ferida após serem atingidas por raio na Serra do Cipó
BH e mais de 520 cidades de Minas estão em alerta para chuvas fortes até quarta; veja lista