Após o período de chuva, a previsão é que a Prefeitura de Belo Horizonte realize uma grande obra de tapa-buraco e recapeamento em vias da capital mineira. A afirmação é do prefeito Alexandre Kalil (PSD).  

Em coletiva concedida à imprensa na manhã desta terça-feira (11), o chefe do Executivo afirmou que o município tem R$ 150 milhões reservados para a realização dos trabalhos. Kalil considerou que os problemas causados pelas chuvas na cidade devem ser realizados em períodos de estiagem.  

“Nos intervalos nós vamos resolver o problema de forma paliativa, vamos tapar um aqui e outro ali. Temos os R$ 150 milhões reservados para quando a estiagem chegar, a Superintendência de Desenvolvimento da Capital (Sudecap) entrar com grande investimento, uma grande obra em toda a cidade de tapa-buraco e recapeamento”, disse, afirmando, ainda, que é preciso planejamento para enfrentar possíveis adversidades do período chuvoso. 

“Então estou dizendo: vai cair em buraco, vai ter raiva. Por enquanto não precisamos de pedir dinheiro, mas na hora que precisar nós vamos aportar, vamos pedir, e nós vamos resolver. Foi feito um trabalho muito duro para que nós conseguíssemos minimizar o problema das chuvas. O serviço está feito, nós não temos ainda nenhum desabrigado, mas temos condição de acolher todos, tanto desabrigados como desalojados. É pedir a Deus que realmente proteja a cidade”, concluiu. 

Leia mais:
'A qualquer sinal, saia de casa', alerta Kalil sobre risco geológico alto em BH
Devido às fortes chuvas, Kalil transfere gabinete para centro de operações 'aqui não perco nada'
Chuva não dá trégua e Defesa Civil amplia alerta de risco geológico alto em BH até sábado