Pequenas erosões foram detectadas por técnicos da Agência Nacional de Mineração (ANM) na barragem da mina Casa de Pedra, em Congonhas, Região Metropolitana de Belo Horizonte. A situação da estrutura, no entanto, é estável e não apresenta qualquer tipo de risco, de acordo com a agência.

Ainda segundo a ANM, a situação está controlada, as erosões são normais e foram causadas pelas chuvas constantes que atingem a região, nos últimos dias.

Em nota, a Companhia Siderúrgica Nacional (CSN), responsável pela mina, afirma que houve um escorregamento de terra no terreno próximo e não na barragem. E que segue monitorando a estrutura em tempo real e não foi detectada nenhuma anomalia.

No domingo (9), a Justiça determinou acesso irrestrito da Defesa Civil de Congonhas à barragem da mina Casa de Pedra após denúncias de que a mineradora havia negado a entrada de fiscais no local. A CSN informou que funcionários do órgão compareceram à unidade nesta segunda (10).

Vistorias seguirão de forma preventiva na barragem durante a semana. As chuvas constantes na região são apontadas como a razão para a manutenção das visitas pela Defesa Civil, que reitera a ausência de qualquer risco de rompimento da estrutura.

Leia mais:
Corpos das 5 pessoas da mesma família que sumiu após carro ser soterrado são localizados
Plano da barragem de Carioca para avaliação de ações e riscos de rompimento só esta terça