A Defesa Civil da capital atendeu só nesta segunda-feira (10) a 128 chamados relacionados à chuva que atinge a cidade desde o fim de semana. A maioria dos atendimentos realizados foram vistorias em imóveis particulares nas regiões Noroeste, Nordeste e Pampulha. 

Conforme o balanço do órgão, até às 17h, foram feitos 32 acionamentos para deslizamentos de encostas, 18 para trincas e infiltrações, 14 para quedas, tombamentos ou rolamentos de rochas, e nove para desabamento - parcial ou total - de muro. 

Além das ocorrências, a chuva também trouxe um grande acúmulo de água. Três das nove regiões de BH já registraram mais de 130% do esperado para todo o mês de janeiro. Conforme a Defesa Civil, as regionais Centro-Sul (152%), Oeste (156%) e Barreiro (146%) foram as que registraram maior volume de chuva nas últimas semanas. 

Confira o acumulado de chuva por regional:

  • Barreiro - 480,6 mm (146%)
  • Centro Sul - 499,1 mm (152%)
  • Leste - 421,8 mm (128%)
  • Nordeste -  355,2 mm (108%)
  • Noroeste - 406,4 mm (124%)
  • Norte -  320,2 mm (97,3%)
  • Oeste -  512,8 mm (156%)
  • Pampulha - 346,8 mm (105%)
  • Venda Nova - 339,2 mm (103%)

Leia também
Risco de colapso: barragem da usina do Carioca transborda pelas laterais e tem infiltrações na base
Fortes chuvas provocam desabastecimento de água em cidades de cinco regiões de Minas; veja lista
Temporais obrigaram mais de 17 mil pessoas a saírem de casa em Minas