O fim do ciclo do goleiro Fábio no Cruzeiro foi um assunto que o zagueiro Maicon tentou evitar falar em entrevista coletiva nesse sábado (8). No entanto, ele não deixou de tecer elogios ao jogador que mais vezes atuou com a camisa celeste (976 partidas, ao todo).

“O Fábio é um ídolo, sempre será, um grande atleta que representou o clube nesses 17 anos e que sempre estará na nossa memória. Uma situação a qual prefiro não responder (sobre a saída do arqueiro). A administração tomou a decisão que deveria ter tomado. Não cabe a mim falar sobre isso”, declarou.

Fábio e o Cruzeiro não chegaram a um acordo de renovação na semana passada. A saída do goleiro foi anunciada na última quarta-feira (5).

Cruzeiro

Capitão

A saída do camisa 1 abriu também uma lacuna no elenco principal, a de capitão do time. E embora não tenha dito abertamente que se candidata a carregar a braçadeira, Maicon ressaltou que assumirá a condição de um dos líderes da equipe nesta temporada.

“Sobre liderança, todos nós temos que assumir esse papel em campo, fazer o nosso e procurar nos ajudar. Claro que eu, como um dos mais experientes, vou procurar ajudar os mais jovens, a mim mesmo e outros mais experientes. Tenho um papel fundamental e quero muito ajudar o Cruzeiro a subir à Série A neste ano”, comentou.

Leia mais:
Por meio das redes sociais, clubes se solidarizam com tragédia em Capitólio
Pedro Castro realiza sonho da família ao vestir a camisa do Cruzeiro
Cruzeiro anuncia volante Willian Oliveira como novo reforço