A taxa de ocupação dos leitos de enfermaria destinados ao tratamento da Covid-19 voltou a subir nesta sexta-feira (7), em Belo Horizonte. O Boletim Epidemiológico divulgado pela Prefeitura da capital aponta que 72.2% das vagas estão ocupadas. Com o aumento, o índice de monitoramento retornou para o nível vermelho de alerta. No levantamento dessa quinta (6), a taxa estava em 67,1%.

Já o índice RT, que mede a taxa de transmissão da doença, apresentou queda nas últimas 24 horas. Ele passou de 1,15 para 1,14. O índice atual aponta que a cada 100 infectados pelo coronavírus, outras 114 pessoas podem ser contaminadas. O ideal é que esse valor esteja abaixo de um.

O boletim desta sexta também traz informações sobre a taxa de ocupação de leitos de UTI destinados a pacientes com Covid, que caiu de 68,1% para 63,4% em 24h. O índice de ocupação dos leitos da capital leva em conta a disponibilidade na Rede SUS e na Rede Suplementar de Saúde.

Até esta sexta (7), BH já registrou 297.726 casos confirmados de coronavírus, sendo 2.460 em investigação e 7.106 mortes em decorrência da doença.

Vacinação 
O boletim da PBH afirma ainda que até 93% da população acima de 12 anos já completou o esquema vacinal (duas doses da vacina ou dose única). Ao todo, 2.149.128 pessoas já tomaram a primeira dose e 562.036 receberam a de reforço.

Na última segunda (3), a Secretaria Municipal de Saúde de Belo Horizonte informou que o Ministério da Saúde, por meio da Secretaria de Vigilância em Saúde, do Departamento de Imunização e Doenças Transmissíveis e da Coordenação-Geral do Programa Nacional de Imunizações prorrogou a validade do lote do imunizante da biofarmacêutica americana Pfizer.

Os lotes que com validade para dezembro de 2021 foram prorrogados para 31 de março deste ano.

Boletim Covid BH - 07/01Doença avança na capital mineira

Leia também
Com aprovação da Anvisa, Fiocruz produzirá vacinas 100% nacionais contra Covid-19
Casos de Covid registrados em Minas cresceram mais de 345% na primeira semana do ano