Após três dias no nível vermelho de alerta, a taxa de ocupação dos leitos de enfermaria destinados ao tratamento da Covid-19 teve queda nesta quinta-feira (6). O Boletim Epidemiológico divulgado pela Prefeitura da capital aponta que a taxa passou de 78,4% nessa quarta-feira (5) para 67,1% nesta quinta, deixando o nível de alerta novamente amarelo.

A taxa de transmissão da doença também reduziu nas últimas 24h. De 1,16 para 1,15. Ela é representada pelo índice RT, que, conforme o dado atual, aponta que a cada 100 infectados, outras 115 pessoas podem ser contaminadas pelo coronavírus. O ideal é que esse valor esteja abaixo de um.

O boletim da PBH também traz informações sobre a taxa de ocupação de leitos de UTI, que subiu de 62,2% para 68.1% em 24h. O índice de ocupação dos leitos da capital leva em conta a disponibilidade na Rede SUS e na Rede Suplementar de Saúde.

Até esta quinta (6), a capital mineira já registrou 297.400 casos confirmados de Codi-19, com 2.364 em investigação e 7.104 mortes em decorrência da doença.

Vacinação
O levantamento da Prefeitura mostra que até 93% da população acima de 12 anos completou o esquema vacinal com as duas doses ou dose única (Jnassen). Ao todo, 2.148.491 pessoas já tomaram a primeira dose na cidade e 533.145 receberam a dose de reforço.

Na última segunda (3), a Secretaria Municipal de Saúde de Belo Horizonte informou que o Ministério da Saúde, por meio da Secretaria de Vigilância em Saúde, do Departamento de Imunização e Doenças Transmissíveis e da Coordenação-Geral do Programa Nacional de Imunizações prorrogou a validade do lote do imunizante desenvolvido pela farmacêutica Pfizer.

Os lotes que com validade para dezembro de 2021 foram prorrogados para 31 de março deste ano. 

Boletim Covid BH 06/01Ocupação dos leitos de enfermaria sofreu queda nas últimas 24h

Leia também
Vacina reduz até 11 vezes risco de morte por Covid, mostra pesquisa da Secretaria de Estado de Saúde
'Variante Ômicon será dominante em Minas em questão de semanas', afirma secretário de Saúde