Empresas responsáveis pelo transporte coletivo em Belo Horizonte reduziram a oferta de ônibus para usuários da capital. O quadro de horários determinado pelo sindicato que representa a categoria não foi aprovado pela BHTrans, mas está em vigor há pelo menos uma semana. 

O quadro "férias de verão" é comumente usado pelas empresas durante meses como dezembro e janeiro, quando a demanda de usuários é menor em decorrência das férias escolares e recessos de fim de ano. A medida é conhecida por reduzir o número de veículos em circulação, mas não era prevista em BH por conta da pandemia da Covid-19, em que já houve redução prévia do número de linhas.

De acordo com o Sindicato das Empresas de Transporte da capital (Setra/BH), foram realizados ajustes no período de Natal, Ano Novo e férias. Segundo a entidade, a alteração é realizada todos os anos, para "acompanhar a redução na demanda de passageiros". O Setra confirmou ainda que a mudança foi comunicada à BHTrans, responsável pelo trânsito na capital.

Números divulgados pelo sindicato mostram que nesse segunda-feira (3), foram realizadas 19.034 viagens - número 5,3% menor que na semana antes do Natal e 22% abaixo da oferta no período antes da pandemia. O Setra sustenta que a medida corresponde à demanda na cidade, que na mesma data, foi de mais de 710 mil usuários. O número é 25% menor que a demanda na semana do Natal e 31% abaixo da oferta pré-pandemia, conforme dados divulgados.

Em nota, a BHTrans afirmou que "vai realizar a fiscalização do cumprimento das disposições contratuais e notificar as concessionárias do não cumprimento, para aplicação de penalidades". O Setra/BH, por sua vez, afirmou que "está monitorando diariamente a demanda para fazer os ajustes quando necessário".

Leia mais:
Lei amplia exigências para operação de empresas de ônibus interestaduais; veja novas regras
Escala de vencimento do IPVA 2022 em Minas começa em 21 de março; confira calendário