Vinte e sete famílias que moram no bairro Jardim Teresópolis, em Betim, na Região Metropolitana de Belo Horizonte, serão despejadas e terão as casas demolidas nesta quarta-feira (5). Segundo informou a prefeitura da cidade, a medida ocorre diante de uma determinação da Justiça e foi baseada em laudos da Defesa Civil que classificam o local como de alto risco geológico. 

Ainda de acordo com a administração municipal, a região, conhecida como Beco Fagundes, possui extensão de cerca de 14.200 m². Além das 27 famílias, outras 75 casas e dois prédios, desocupados, também serão demolidos.

Para aqueles que ainda vivem no local, a prefeitura oferece duas possibilidades, sendo a inclusão no programa de Aluguel Social ou a imediata mudança para casas populares construídas pela gestão. 

“Em janeiro de 2020, um expressivo volume de chuvas atingiu a cidade, provocando grave deslizamento de terra na região, que culminou com a morte de seis moradores, sendo dois deles do Beco Fagundes, e no colapso de diversas edificações da área”, informou o município por meio de nota. 

Desde então, conforme o comunicado, a prefeitura acompanha de perto a situação para realizar as ações necessárias. Com isso, famílias foram realocadas, porém, muitas voltaram ao local, “o que agrava a situação diante da possibilidade de novos acidentes”. 

Leia mais:
Secretário alerta sobre período de chuva e pede cautela ‘não queremos mortes em Minas'; veja vídeo
BH tem alerta de temporal de até 50 mm e quatro regiões sob risco geológico forte nesta segunda
Tempestades de até 100 milímetros deixam 749 cidades mineiras sob alerta; há risco de alagamentos