Muitos belo-horizontinos deixaram para ir às compras na última hora pensando na virada do ano. O Mercado Central ficou cheio na manhã desta sexta-feira (31). Quem esteve no local procurou pelos tradicionais ingredientes da ceia de Réveillon, mas também por itens especiais. 

A aposentada Letícia Maranhão, de 77 anos, comprou castanhas, passas, queijos e azeitonas pensando em fazer um tira-gosto para a família. Mas o que não ficou para trás foi a lentilha. 

“Indispensável para trazer abundância ano que vem. Faço o arroz com lentinha e um molho de cebola em cima. Esse não falta”, afirma.

Réveillon

Letícia Maranhão afirma que não deixa faltar lentilha na ceia de Ano Novo

Lúcio Coelho, de 55, é frequentador assíduo do mercado. O administrador afirma que vai ao local pelo menos duas vezes por semana. Neste ano, o jantar vai fugir das tradições de Réveillon.

“Vamos fazer um arroz com semente de girassol, um quibe assado recheado de babaganoush, uma salada de grão de bico e massa”, disse.

Réveillon

Lúcio vai preparar uma receita especial

Por outro lado, a corretora de imóveis Vanessa Carvalho, de 42, e o advogado Bernardo Ottoni, de 35, correram atrás de alguns ingredientes específicos, e tiveram dificuldade de encontrá-los. A ideia, além de preparar alguns petiscos, é fazer uma receita de tâmara recheada com queijo de cabra, pistache e salaminho.

“Estamos procurando ainda o queijo de cabra específico, que é o maturado. O pistache conseguimos encontrar sem casca, que é o mais difícil”.

Réveillón

Vanessa e Bernardo tiveram dificuldade para encontrar ingredientes

Já a aposentada Maria do Rosário, de 69 anos, pensou em pratos simples mas, ainda assim, tradicionais. “Vou fazer um bacalhau frito com arroz. De sobremesa, um pavê de pêssego”, conta.

Réveillon

Maria do Rosário optou pelo bacalhau

*Com Valéria Marques

Leia mais:

Simpatia mais cara: muito procurada no Ano Novo, romã pode custar mais que carne e camarão
Ainda dá tempo! Aprenda a fazer as principais simpatias para garantir um Ano Novo próspero