O estado de calamidade pública em razão dos efeitos decorrentes da Pandemia de Covid-19 foi prorrogado até 31 de março de 2022 em Belo Horizonte. Um decreto que oficializa a decisão foi publicado nesta quinta-feira (30) no Diário Oficial do Município (DOM). 

Assinado pelo prefeito Alexandre Kalil (PSD), o documento atende ao pedido do Comitê de Enfrentamento à doença da capital, que solicitou a prorrogação devido ao crescimento da circulação do coronavírus na capital mineira. 

“Apesar do avanço da vacinação de grande parcela da população, com a proliferação da nova variante Ômicron, subsiste a necessidade de adoção ou manutenção de medidas emergenciais de enfrentamento estabelecidas com base nos indicadores epidemiológicos e de capacidade assistencial”, diz a decisão. 

O estado de calamidade pública na cidade estava previsto para terminar nesta sexta (31). A prorrogação agora será submetida à deliberação da Assembleia Legislativa de Minas Gerais (ALMG).

Leia mais:
Terceira dose é aplicada em pessoas com comorbidades de 18 a 41 anos nesta quinta em BH
Comitê de Enfrentamento à Covid de BH pede prorrogação do decreto de calamidade pública
Em cinco dias, Minas registra aumento de 34% nos casos confirmados do vírus H3N2