O Boletim Epidemiológico divulgado pela PBH nesta quarta-feira (29) aponta que, nas últimas 24 horas, a taxa de transmissão da Covid-19, representada pelo índice RT, passou de 1,13 para 1,15. É um novo recorde, já que a maior taxa (1,11) havia sido registrada em 29 de março deste ano.

O índice RT atual, que está em alerta amarelo, indica que a cada 100 infectados pelo coronavírus, outras 115 pessoas podem ser contaminadas.

Em relação aos leitos de enfermarias exclusivos para Covid-19, a taxa de ocupação voltou a subir e permanece em alerta amarelo. As vagas ocupadas passaram de 62,4% nessa terça-feira (28) para 65,2% nesta quarta.

Já os leitos de UTI dedicados a pacientes com coronavírus apresentou queda nas últimas 24h. Segundo a Prefeitura, a ocupação caiu de 48,3% para 43,8%.

Infectados e vacinação
A Prefeitura informa em seu boletim que foram confirmados 295.114 casos confirmados de Covid-19 na capital mineira, com 815 em acompanhamento, 287.213 recuperados e 7.086 mortes.

Os dados de vacinação e cobertura vacinal em BH não estão sendo atualizados semanalmente em decorrência da indisponibilidade do banco de dados do Sistema de Informações do Programa Nacional de Imunizações (SIPNI), do Ministério da Saúde.

A última atualização aponta que 86,4% da população de BH acima de 12 anos estão com todo o esquema vacinal em dia (segunda dose e dose única, da Janssen).

Leia mais:

BH deve ampliar funcionamento de postos de saúde a partir de sábado; medida depende de mais médicos
PBH divulga calendário da vacinação de reforço de 10 a 14 de janeiro; veja público-alvo