O metrô de Belo Horizonte segue, ao menos até esta terça-feira (28), operando em escala mínima devido à greve dos metroviários, que ocorre desde quinta (23). Até lá, o serviço estará disponível das 5h30 às 10h e das 16h30 às 20h. Fora destes horários, as 19 estações ficarão fechadas. 

Depois de dois dias de paralisação total, a categoria concordou em retomar parcialmente as operações com a escala mínima determinada pelo Tribunal Regional do Trabalho (TRT).

O cenário segue até a realização de uma nova assembleia, marcada para amanhã, quando os metroviários irão discutir as medidas que serão apresentadas nesta segunda (27) durante audiência de conciliação, entre a Companhia Brasileira de Trens Urbanos (CBTU), a Advocacia-Geral da União (AGU) e o Sindicato dos Empregados em Transportes Metroviários e Conexos de Minas Gerais (Sindimetro-MG), marcada para às 14h, no TRT.   

Em greve desde 0h de quinta, os trabalhadores protestam contra uma resolução do Conselho de Parcerias de Investimentos, do Governo Federal, que impossibilita que os metroviários de BH sejam transferidos para outras unidades da Companhia Brasileira de Trens Urbanos (CBTU).

Leia mais:
Devido à greve, metrô de BH terá escala mínima neste domingo; confira os horários
Audiência de conciliação entre metroviários e CBTU é esperança de usuários para o fim da greve
Metrô de BH só vai funcionar em horários de pico na greve; escala mínima vale a partir de sábado