Uma grávida de 31 anos foi assassinada a tiros na noite de terça-feira (21) na porta da casa dela, no bairro Casa Branca, região Leste de Belo Horizonte.

De acordo com a Polícia Militar, uma testemunha contou que alguém chamou a vítima no portão da residência, pedindo para ver algumas peças de roupa.

A vítima, que estava no sexto mês de gestação, buscou as peças e quando seguia para a entrada da casa foi baleada várias vezes no tórax, abdômen e cabeça.

A mulher chegou a ser socorrida por uma equipe do Samu, sendo encaminhada ao Hospital Municipal Odilon Behrens (HMOB), mas não resistiu aos ferimentos e morreu.

Suspeitas

Em conversa com os militares, o filho da mulher, de 15 anos, revelou que a gravidez da mãe era fruto de relacionamento com um homem casado. O jovem disse ainda que presenciou discussões por telefone, pois o pai do bebê não dava qualquer apoio durante a gestação.

A polícia já tem um suspeito para o crime, um homem de 29 anos, com passagens por falsidade ideológica, ameaça, porte ilegal de arma de fogo, adulteração de veículo, falsificação, desobediência, dano e lesão corporal. Entretanto, até o momento ele não foi localizado. 

Leia mais:
Metrô de BH deverá funcionar em escala mínima a partir de quinta; funcionários estarão de greve
Surto de gripe 'certamente vai acontecer' em BH, diz secretário municipal de Saúde