Uma mulher de 38 anos foi presa na última sexta-feira (17) pelos crimes de rufianismo e tráfico de drogas. Segundo as investigações da Policia Civil de Minas (PCMG), a suspeita agenciava e explorava mulheres, atuando como “cafetina” das vítimas. O caso aconteceu em Diamantina, região Central de Minas.

De acordo com a PCMG, a suspeita explorava mulheres para prostituição, realizando, inclusive, festas em que as vítimas eram oferecidas a homens em troca de dinheiro. Nessas festas também havia tráfico de drogas.

Durante a ação policial, também foram presos em flagrante dois homens, de 30 e 41 anos, pelo crime de tráfico de drogas. Segundo a PCMG, a prisão foi realizada em um motel de Diamantina, onde foram apreendidos cinco celulares, dinheiro e cocaína. A ação foi coordenada pela Delegacia de Atendimento à Mulher, com o apoio da Delegacia de Drogas.

Leia também:
Metroviários decidem paralisar as atividades a partir de quinta-feira em BH
Atendimentos a crianças com doenças respiratórias disparam quase 90% na capital em apenas 4 meses