Projeto Montes Verdes PBH

Projeto Montes Verdes tem o obejtivo de restaurar áreas verdes ou de preservação em BH

O Parque Fernando Sabino, no Paquetá, região da Pampulha, em Belo Horizonte, está de cara nova. Os mais de 180 mil m² de área verde, que são vítimas constantes de incêndios, estão sendo revitalizados com o plantio gradual de árvores frutíferas e espécies nativas da Mata Atlântica.

A ação é feita pelo projeto Montes Verdes da Prefeitura de Belo Horizonte (PBH), que tem o objetivo de induzir e revegetar áreas verdes ou de preservação permanente de modo eficaz e a baixo custo. O foco primário do programa são as áreas dentro da cidade.

Iniciado em 2016, por meio da seleção de áreas aptas a receber os plantios, o projeto identificou a escassez de algumas espécies vegetais voltadas à recuperação da diversidade presente típica das florestas situadas no entorno de BH. Dessa forma, segundo a PBH, o projeto tem a função de identificar, catalogar, caracterizar e propor planos de recuperação de áreas verdes degradadas na capital.

Atualmente, o programa de indução à recuperação vegetal em Belo Horizonte também desenvolve ações em espaços como as áreas verdes da Serra do Engenho Nogueira, do Parque Trevo, da Vila Cemig, do Morro das Pedras e da Barragem Santa Lúcia, no Parque do Bicão.

 

Leia também
Kalil reitera que Belo Horizonte não terá aumento nas passagens de ônibus
Taxa de transmissão da Covid-19 cai em Belo Horizonte, mas cidade continua em alerta amarelo