A BHTrans divulgou o balanço de partida de ônibus das estações, na faixa entre 6h e 7h, desta quinta-feira (2). Segundo o órgão, os terminais mais impactados pela greve dos motoristas do transporte público foram Venda Nova e Barreiro.

De acordo com a BHTrans, nenhum veículo partiu da estação Barreiro. Já em Venda Nova, apenas 1% das partidas programadas foi registrada.  Na estação Diamante, também na região do Barreiro, teve apenas 7% das viagens iniciadas. Mesmo percentual anotado na Pampulha. 

Nas demais estações o volume foi maior. Na São José partiram 14% dos carros. O percentual subiu para 25% na Vilarinho, São Gabriel (40%) e José Cândido (75%). Ainda segundo a BHTrans a média de partidas das demais linhas é de 42%, bem abaixo dos 60% exigidos pelo TRT.

Negociação

O Sindicato dos Trabalhadores do Transporte Rodoviário de Belo Horizonte (STTR-BH) rejeitou, na quarta-feira (1º), a proposta de reajuste salarial e de benefícios enviada pelo Sindicato das Empresas de Transporte Público (Setra-BH). 

De acordo com o STTR, foi apresentado um reajuste linear de 9% no salário e um aumento no pagamento adicional de função, que sairia de 10% para 20%. A categoria ainda pedia o retorno do pagamento do ticket alimentação durante as férias e um intervalo máximo de 30 minutos durante a jornada, que não foram ofertados.

Leia também:
Trânsito lento em vários pontos de BH, nesta quinta-feira de greve dos motoristas de ônibus
Trânsito carregado e pontos lotados marcam retomada da greve dos motoristas de ônibus em BH