Nesta quarta-feira (1), o Governo de Minas realizou um evento para o lançamento do projeto “A Vez Delas”, uma plataforma digital de promoção de vagas de emprego para mulheres vítimas de violência doméstica no Estado. O programa conta com o apoio da Câmara dos Dirigentes Lojistas de Belo Horizonte (CDL/BH) e as vagas podem ser oferecidas por empresas parceiras.

O programa estimula as empresas a disponibilizarem trabalhos voltados para o público feminino, criando um banco on-line de oportunidades. Por meio do projeto, entidades e órgãos que atuam no enfrentamento à violência contra as mulheres podem cadastrar os currículos das interessadas em ingressar no mercado de trabalho e identificar vagas disponibilizadas pelas empresas parceiras.

Durante o evento, a secretária de Estado de Desenvolvimento Social (Sedese), Elizabeth Jucá, comemora a ação, que não conta com aporte financeiro do Estado. De acordo com ela, o objetivo é oferecer autonomia para que essas mulheres gerem a própria renda e rompam com o ciclo de violência em que se encontram. "A mulher vítima de violência doméstica tem dificuldade de romper esse ciclo por conta do medo do agressor e por falta de recursos. Diante disso, nós reforçamos a rede de enfrentamento à violência doméstica para encarar o medo. Estamos dando esse passo extremamente importante para contribuir para a liberdade financeira e a independência dessas mulheres", explica a secretária.

Na ocasião,o presidente da CDL/BH, Marcelo de Souza e Silva, também elogia a iniciativa e o envolvimento das empresas.“Felizmente, diversos estabelecimentos de todos os portes já demonstraram interesse e disponibilidade para abraçar essa causa tão nobre”, declara.

O governador Romeu Zema (Novo) também participou da cerimônia de lançamento e assinou o protocolo de intenção com órgãos e entidades parceiras na implantação do projeto. Ele anunciou que o programa vai resgatar a dignidade das mulheres beneficiadas e será uma ferramenta a favor das pessoas que sofrem violência doméstica. “Vejo aqui algo extremamente importante, órgãos do estado trabalhando em conjunto, o que demonstra que juntos nós podemos muito mais, e é o que nós queremos", destaca o governador. 

Mobilização de parceiros 
Empresas e instituições interessadas em se associar ao banco de empregos devem acessar o site do Sistema Estadual de Redes em Direitos Humanos (SER-DH), ligado à Subsecretaria de Direitos Humanos (Subdh) do Estado, que coordena a iniciativa.

 

Leia também:
Gabarito oficial do Enem será divulgado nesta quarta; veja como conferir
Defesa Civil emite alerta para possibilidade de pancadas de chuva de até 40 mm em BH