Assembleia metroviários Estado de GReveMomento em que os metroviários de Belo Horizonte votaram para estabelecer o estado de greve

Os metroviários de Belo Horizonte decidiram nesta quinta-feira (25) entrar em estado de greve.Com a aprovação, as atividades da categoria poderão ser paralisadas a qualquer momento. De acordo com o presidente do Sindicato dos Metroviários da capital, Romeu Machado, a mobilização é para pressionar a participação da categoria nas decisões que serão tomada nas próximas tratativas com o Governo Federal sobre a privatização do metrô. 

Além disso, também foi aprovada a assembleia em caráter permanente, ou seja, a qualquer momento os funcionários poderão ser convocados para deliberar sobre as ações que serão tomadas pelo Sindicato dos Metroviários. 

Para Machado, o metrô da cidade não irá parar antes do dia 15 de dezembro, quando o sindicato terá uma reunião com representantes do Governo Federal. “A gente vai ter uma mediação no Ministério Público do Trabalho, em que representantes do governo ficaram de levar uma proposta mais concreta à inclusão do sindicato nas tratativas de qual será o destino dos trabalhadores caso o metrô aqui de BH seja privatizado”, afirmou. 

Leia também
Rodoviários de oito cidades da Grande BH fazem acordo e não farão greve no próximo domingo
Presidente da BHTrans diz que 'não é o momento' para discutir aumento da passagem de ônibus em BH