O Auxílio Emergencial Mineiro de R$ 600, concluído em 29 de outubro, terá uma rodada extraordinária no dia 30 de novembro. De acordo com a Secretaria de Estado de Desenvolvimento Social (Sedese), o benefício será creditado a aproximadamente 20 mil pessoas no Estado, que tiveram problemas com o cadastro no momento da solicitação do auxílio. 

À época, o executivo estadual confirmou que a falta de dados no CadÚnico impediu que muitas pessoas recebessem o valor. Para resolver o problema, a Sedese decidiu consultar outras bases de dados para obter todas as informações. 

Entretanto, a secretaria faz um alerta, que "se o pagamento não for efetivado porque a pessoa está com algum documento irregular, ela terá que solicitar a regularização junto ao órgão competente."

Para tirar dúvidas sobre o pagamento do benefício, a orientação é enviar um e-mail para auxilioemergencialmineiro@social.mg.gov.br e comunicar eventuais dificuldades no saque. Mais informações estão disponíveis neste link.

Socorro às famílias

Segundo o governo de Minas, foram mais de um milhão de pessoas contempladas pelo Auxílio Emergencial Mineiro, a partir de investimento de R$ 614 milhões. O benefício foi criado para socorrer famílias em situação de extrema pobreza e vulnerabilidade social em meio à pandemia da Covid-19.

A Sedese explicou ainda que não houve alteração nos critérios para recebimento do Auxílio Emergencial Mineiro.

Leia mais:
Auxílio mineiro de R$ 600 terá pagamento extraordinário no dia 30; veja quem pode receber
Pilotos e comissários de companhias aéreas decretam greve nacional a partir da próxima segunda-feira
Uemg retoma vestibular próprio em 2022; data das provas ainda não está definida