O metrô de Belo Horizonte registrou 10 mil passageiros a mais nesta segunda-feira (22), em comparação com a terça-feira (16) da última semana (primeiro dia útil após o feriado). De acordo com a Companhia Brasileira de Trens Urbanos (CBTU), o aumento no número de pessoas ocorreu em função da greve dos motoristas de ônibus da capital.

Diante do anúncio de greve, a CBTU informa que disponibilizou mais trens para atender a população necessitada de transporte público. Em nota, a companhia afirma que o atendimento no horário de pico, com intervalo de sete a 10 minutos, será estendido de acordo com a demanda monitorada pelo Centro de Controle Operacional.

No horário de pico da manhã de hoje (22), a reportagem do Hoje em Dia verificou que ambos os sentidos do metrô seguiam normalmente. O intervalo entre os trens foi respeitado e os vagões não apresentavam lotação.

De acordo com a empresa, o quantitativo de usuários por faixa horária continuará sendo monitorado e, caso necessário, disponibilizará mais trens e/ou diminuirá os intervalos entre as viagens, de acordo com as necessidades operacionais.

Leia também:
Alternativa aos ônibus, metrô opera com mais trens na manhã desta segunda
Sem opções de ônibus, passageiros buscam rotas alternativas para chegar ao trabalho