Na tarde deste sábado (20), Dia da Consciência Negra, manifestantes se concentram na Praça da Liberdade, região Centro-Sul de Belo Horizonte. O protesto foi organizado por movimentos sociais, dentre eles a Coalisão Negra por Direitos e a Central Única dos Trabalhadores de Minas Gerais (CUT-MG).

De acordo com Romney Batista, representante da Coalisão, a pauta é “lutar contra o projeto racista de Bolsonaro". "Vamos denunciar o racismo estrutural no Brasil e declarar que o povo negro é contra Bolsonaro", afima. Segundo Romney, a previsão é a de que manifestantes caminhem até a Praça Afonso Arinos, no Centro da capital.

A Polícia Militar de Minas Gerais (PMMG), a Guarda Civil Municipal de Belo Horizonte e a Empresa de Transportes e Trânsito de Belo Horizonte (BHTRANS) acompanham os atos.